Últimas

20/09/2021

Sporting supera o 'trauma' europeu e sai da Amoreira instalado no pódio

Leões bateram o Estoril, ascenderam ao terceiro lugar e colocaram pressão máxima no líder da I Liga, o Benfica.

O Sporting respondeu da melhor maneira possível à entrada desastrosa na fase de grupos da Liga dos Campeões (perdeu na receção ao Ajax, por 1-5) e regressou, este domingo, às vitórias, ao bater o Estoril, por 1-0.

Pedro Porro marcou, na cobrança de uma grande penalidade, o único golo da noite no estádio António Coimbra da Mota, que permite aos campeões nacionais em título regressar a ‘casa’ bem instalado no pódio da I Liga.

Guarda-redes (e Patrick William) brilharam

Estoril e Sporting protagonizaram uma boa partida no estádio António Coimbra da Mota, e, no primeiro tempo, foram os homens da casa que primeiro se conseguiram ‘libertas das amarras’ para colocar os visitantes em apuros.

Arthur, na ala esquerda do ataque, e Chiquinho, na direita, foram uma constante fonte de perigo para os homens de Rúben Amorim, que demonstraram sérias dificuldades em travar a frente de ataque da equipa da Linha.

A equipa de Bruno Pinheiro esteve mesmo à beira de se colocar na dianteira do marcador, mas, à passagem dos 15 minutos de jogo, Antonio Adán disse ‘presente’ e negou o golo a Patrick William e João Gamboa, com duas grandes defesas.

O lance serviu para ‘acordar’ os campeões nacionais em título, que, ao pouco, foram reagindo. Neste capítulo, Paulinho esteve em destaque. Primeiro, viu Dani Figueira negar-lhe o golo, e depois, Patrick William, que assinou uma exibição ‘imperial’.

Aliás, antes de Tiago Martins fazer soar o apito para o intervalo, ainda teve tempo para ir ao relvado desviar um remate de Nuno Santos que parecia levar ‘selo’ de golo, mantendo o empate até ao apito para o intervalo.

Leão mostrou (finalmente) as garras

O Sporting entrou transfigurado para o segundo tempo, subiu drasticamente os níveis de intensidade e foi somando oportunidades atrás de oportunidades, dando a entender que o golo acabaria por surgir mais cedo ou mais tarde.

Apenas três minutos após regressar dos balneários, Paulinho acertou em cheio no poste. Depois, Luís Neto viu Carles Soria ‘roubar-lhe’ o golo. Mas à terceira foi mesmo de vez, e Pedro Porro, na marcação de uma grande penalidade cometida por Dani Figueira, atirou para o fundo das redes.

Com este triunfo, o Sporting passa a somar 14 pontos, pelo que ultrapassa o Estoril (que continua com 13) e ascende à terceira posição da I Liga, em igualdade com o FC Porto, e a um ponto de distância do líder, o Benfica, que ainda irá receber o Boavista.

Momento do jogo: Dani Figueira estava a ser uma das grandes figuras da noite, mas cometeu, aos 65 minutos, o ‘pecado capital’. Distraiu-se, derrubou Paulinho e, na marcação da respetiva grande penalidade, Pedro Porro aproveitou para adiantar o Sporting no marcador.


 

Post Top Ad

Blossom Themes