Últimas

16/09/2021

SC Braga arranca Liga Europa com derrota na Sérvia

O SC Braga perdeu com o Estrela Vermelha, num jogo onde os golos surgiram no segundo tempo. Minhotos foram tramados pelas bolas paradas.


  O SC Braga perdeu por 2-1 com o Estrela Vermelha de Belgrado, na 1.ª ronda do Grupo F da Liga Europa de futebol. Os minhotos foram melhores no primeiro tempo mas permitiram o crescimento do adversário no segundo tempo, coroado com dois golos, todos de bola parada. Galeno fez o tento dos Guerreiros do Minho.

O único representante português na Liga Europa entrou no Estádio Rajko Mitic com a missão de pontuar frente a um dos históricos do futebol europeu, embora já longe do sucesso do passado, como o título de campeão europeu conquistado em 1990/91.

Num ano em que a Liga Europa mudou (agora o primeiro lugar de cada grupo apura-se diretamente para os oitavos de final, enquanto os segundos classificados disputam os '16 avos'), garantir o primeiro posto é crucial para assim evitar mais uma eliminatória.

No primeiro tempo, os bracarenses foram superiores aos tetracampeões sérvios, orientados pelo lendário Dejan Stankovic, uma das maiores figuras de sempre da Sérvia e do futebol da antiga Jugoslávia. A equipa de Carlos Carvalhal tinha muitas facilidades no último terço, com muito espaço dado pelos sérvios mas não conseguia aproveitar. Faltava arris

car mais e meter mais homens na zona de finalização.

Carlos Carvalhal, que operou cinco mexidas no onze em relação ao último jogo no campeonato (Fabiano, Lucas Mineiro, Piazón, Galeno e Abel Ruiz ocuparam os lugares de Yan Couto, André Horta, Chiquinho, Fábio Martins e Mario González), viu Ricardo Horta falhar o primeiro aos 22 minutos. O remate do extremo na área saiu torto e para fora, após ressalto na área.

Os sérvios tinham dificuldades em entrar na área de Matheus e iam tentando de fora da área enganar o guardião minhoto. Ben Nabouhane teve dois remates de longe, todos para fora.

A terminar o primeiro tempo, mais duas oportunidades claras dos Guerreiros: Ricardo Horta isolou Piazon, de calcanhar, mas o brasileiro optou por tentar receber em vez de rematar de primeira e permitiu o corte de um defesa, aos 45. Nos descontos, Galeno atirou ao poste, após canto, numa bola que tinha sido desviada por Diogo Leite.

O segundo tempo foi diferente, com a equipa de Dejan Stankovic melhor no jogo, a impor o ritmo e a criar muitos lances de perigo. Ivanic esteve perto do golo aos 62 minutos, numa bola que ainda desviou em Tormena. Respondeu o SC Braga, dois minutos depois, com um tiro de Lucas Mineiro, ao poste.

Aos 74 minutos, Matheus teve de se aplicar para negar o 1-0 a Diony, num lance onde os centrais Diogo Leite e Paulo Oliveira ficaram a dormir. Era o sinal do que viria a seguir: aos 75 minutos, Kanga bateu um canto, Rodic ganhou de cabeça e fez o 1-0.

A equipa de Carlos Carvalhal empatou logo de seguida, num remate de fora da área de Galeno, aos 76. Golaço do extremo, que fletiu da esquerda para o meio.

O golo que fechou o resultado final foi apontado por Katai aos 85 minutos, na transformação de uma grande penalidade. O árbitro considerou que Tormena fez falta na área.

O 2-2 esteve nos pés de Ricardo Horta mas o guarda-redes Borjan negou-lhe as intenções aos 89 minutos.

No outro jogo do grupo houve empate 1-1 entre o FC Midtjylland e o Ludogorets Razgrad.

Na próxima ronda o SC Braga recebe os dinamarqueses do Midtjylland, no dia 30 de setembro, na ‘pedreira’.

Esta acaba por ser uma semana pouco produtiva para Portugal na Europa: quatro jogos, dois empates (Benfica e FC Porto), duas derrotas (Sporting e SC Braga).

Post Top Ad

Blossom Themes