Últimas

22/09/2021

"Para ser evidente é preciso o Pepe entrar com uma matraca em jogo?"

Miguel Braga criticou decisão da Comissão de Instrutores da Liga.


O Sporting pediu à Comissão de Instrutores da Liga para que analisasse o lance entre Pepe e Coates no último Clássico de Alvalade, sendo que a resposta foi um arquivamento ao pedido para a elaboração de um auto de flagrante delito.

Na sequência desta decisão, Miguel Braga, responsável pela comunicação do Sporting, não deixou margem para dúvidas acerca da posição do clube de Alvalade neste caso.

"O que os Instrutores da Liga responderam, no fundo, é que as imagens não mostraram de forma clara, evidente e inequívoca que foi cometida uma infração. Ou seja, este murro que o Pepe dá no Coates não é um murro claro, nem evidente, nem inequívoco para os Instrutores da Liga. O que me deixa logo a pergunta: o que é que será claro e evidente? Se o Pepe entrar com uma matraca dentro do jogo? Não sei. Se o Coates jorrasse sangue? Faz-me a maior confusão, ainda para mais tendo uma Liga que é presidida por aquele que foi considerado e que se dizia muito que era o melhor árbitro português. E interrogo-me qual é a mensagem pedagógica que estamos a passar às nossas formações, aos nossos jovens, às nossas crianças. ‘Se queres ser jogador de futebol e central, sê muito malandro e se possível dá um murrinho no avançado de uma forma que certos Instrutores nem consideram que é clara, evidente e inequívoca’", referiu à Sporting TV.

Miguel Braga deixou claro que este não era um lance para ajuizar o caractér de Pepe, nem tudo aquilo que o central português já fez na carreira e na seleção nacional.

"Volto a dizer, não está em causa o Pepe, a pessoa, está em causa um jogador do FC Porto que deu um murro nos queixos a um jogador do Sporting. Temos a sorte de ter uma câmara de televisão que está a ver de perto o lance. Ele cerra os dentes, dá-lhe um murro na cara e isto para alguém não é claro, nem evidente, nem inequívoco. Eu adorava saber a explicação dos senhores da Liga. Acho que é uma mensagem altamente perigosa que estamos a passar para todos, inclusivamente para jogadores que continuam no nosso campeonato e para outros escalões", afirmou ainda.

"Certa impunidade é ser simpático. Isto não é uma certa, é a total impunidade", concluiu ainda.

 

Post Top Ad

Blossom Themes