Últimas

21/09/2021

"O Miguel Oliveira ganhava e agora está a 40 segundos do primeiro"

Piloto da Tech 3, que está de saída no final da temporada, deixou críticas à moto desenvolvida pela KTM.


Iker Lecuona falou aos microfones da DAZN Espanha após o Grande Prémio de São Marino em MotoGP. O piloto da Tech 3, que está de saída para o Mundial de Superbikes na próxima temporada, falou sobre a moto desenvolvida pela KTM e deixou algumas críticas.

O jovem espanhol, que foi companheiro de equipa de Miguel Oliveira na época transata, utilizou até o exemplo do piloto português para descrever o quão difícil é perceber a KTM RC16.

"Creio que temos uma moto demasiado crítica. É uma moto que à mínima mudança de asfalto, de temperatura, seja o que for, é completamente distinta. É uma moto que é totalmente irregular e é difícil trabalhar assim. Depois do verão dei um passo, mas isto não é de mim. É da moto, pelo que vimos. O Miguel lutou para ganhar há algumas corridas e agora está a 40 segundos do primeiro. Não sei… Acaba por ser uma moto muito crítica, que não conseguimos entender", afirmou Iker Lecuona.

 

Post Top Ad

Blossom Themes