Últimas

11/09/2021

Euro 2021 | Sub-19 na final do Europeu

Miguel Henriques, Lucas Honório e Filipe Martins | ©2021 Catarina Maria


 A seleção portuguesa de sub-19 venceu a Inglaterra por 12-2 e está na final, hoje, às 21h, frente à seleção espanhola. Na primeira fase da competição, Portugal venceu a seleção do país vizinho por 2-0.

Na primeira parte, foi Portugal a abrir a contagem dos golos, por Bernardo Ramalho, aos quatro minutos de jogo. A partir daqui, a equipa inglesa fechou-se na defesa dificultando, aos pupilos de Vasco Vaz, a concretização das inúmeras tentativas de golo, situação para a qual também contribuiu o guarda-redes inglês. Foi preciso esperar até ao último minuto da primeira metade para gritar novamente golo no pavilhão, com golos de Lucas Honório e Bernardo Ramalho, que levaram a equipa portuguesa para o descanso, a ganhar por 3-0.

Na segunda parte, o jogo foi completamente diferente, com o primeiro dos nove golos a surgir logo no primeiro minuto de jogo, de novo, por Bernardo Ramalho.

No que diz respeito à final, Lucas Honório só espera ganhar: «Não interessa se vamos jogar bonito, feio, espero ganhar, só isso, mais nada» O número cinco da seleção recorda que «já perdemos com os espanhóis duas vezes e temos um amargo na ponta da língua, por isso temos de ganhar, para além de que «tanto tempo de trabalho, tem de dar resultados». «Jogar em casa é fundamental. Queremos festejar com as nossas famílias e com o público, que tanto nos tem apoiado».

O selecionador, Vasco Vaz, explicou que «tínhamos a noção que não era um jogo muito complicado. Foi um jogo que facilitámos à partida e que a partir do momento que fazemos o 1-0, tentámos gerir toda a equipa». «Foi um resultado tranquilo. Parabéns à Inglaterra porque se esforçou, mas também parabéns aos atletas de Portugal que também fizeram um bom jogo. Logicamente com o pensamento naquilo que vai acontecer hoje», disse.

Sobre o jogo contra a Espanhal , «é uma final. As finais são para se ganhar». O selecionador explicou que o objetivo é «entrar com tudo e fazer de tudo, não esquecendo nada, estudando a equipa espanhola – que já vimos a estudar há muito tempo – e tentar fazer um bom resultado». «Esta juventude merece, assim como todas as pessoas que estiveram envolvidas na organização deste evento merecem, que efetivamente cheguemos lá e demos tudo – mesmo tudo – dentro do campo».

Marcadores: Bernardo Ramalho (4), Lucas Honório (3), Tiago Sanches (2), Martim Leite (1) e Filipe Martins (2) foram os responsáveis dos golos da equipa das quinas.

 

Post Top Ad

Blossom Themes