Últimas

29/09/2021

Benfica 'despacha' Barcelona na Luz à boleia de Rafa e Darwin

Internacional português e avançado uruguaio marcaram os golos de uma noite memorável para as águias na Liga dos Campeões. Barcelona em estado de total crise.

O Benfica viveu, esta quarta-feira, uma noite memorável na Liga dos Campeões. As águias receberam e 'despacharam' o Barcelona (3-0), em jogo da 2.ª jornada do grupo E, e saltaram para o segundo lugar com quatro pontos, a dois do líder Bayern Munique. Darwin abriu as contas logo aos três minutos e deixou tudo mais fácil para o Benfica perante um Barcelona a viver um momento absolutamente terrível na sua história. 

Numa noite de grande inspiração por parte do conjunto orientada por Jorge Jesus, foram Darwin Núñez e Rafa Silva os maiores responsáveis por uma grande noite europeia. O primeiro bisou e o segundo foi sempre uma autêntica seta apontada à baliza blaugrana e o autor do segundo golo que, diga-se, atirou o Barcelona ao tapete. 

O Benfica confirma, assim, estar num excelente momento de forma. Além de estar invicto no campeonato, os encarnados também mostram estofo europeu.

 A primeira parte começou praticamente com o golo do Benfica. As águias entraram com a corda toda e Darwin Núñez, num belo lance individual, fez tudo bem e atirou rasteiro e colocado para dentro da baliza à guarda de Ter Stegen. Explosão de alegria na Luz com o Benfica na frente do marcador. 

O Barcelona reajustou o sistema tático, foi atrás do prejuízo, mas a linha defensiva ia tomando conta do resultado. Ora cortavam os centrais, ora os homens do Barcelona eram apanhados em fora de jogo, ora Odysseas sacudia a bola da zona de perigo. Ainda assim, nota de especial perigo para Pedri. Sempre que a bola passava pelos pés do jovem talentoso espanhol, o Benfica passava por situações de calafrio. No entanto, a vantagem encarnada manteve-se intocável até ao final dos primeiros 45 minutos. 

Na segunda parte o jogo baixou de ritmo e o Benfica parecia confortável e sempre de olhos postos no contra-ataque. O Barcelona tentava chegar ao golo do empate, mas foram as águias quem marcaram novamente na Luz. João Mário combinou com Yaremchuk, permitiu a defesa de Ter Stegen, mas Rafa Silva (68') não perdoou e ampliou as contas para total delírio das bancadas. 

Mas a noite memorável na Luz não se ficou por aqui. Antes dos 80 minutos, Dest tocou a bola com a mão, o árbitro foi chamado a ir ver as imagens do VAR e demorou meio minuto a apontar para a marca do castigo máximo. Darwin Núñez assumiu a responsabilidade e bisou, fazendo o terceiro golo das águias frente aos blaugranas. 

O Barcelona caiu, assim, por terra e ainda viu Eric García ser expulso por acumulação de amarelos. 

Feitas as contas, o Benfica soma quatro pontos e está no segundo lugar do grupo E. O Barcelona ainda não pontuou e está no último lugar.


 

Post Top Ad

Blossom Themes