Últimas

15/08/2021

'Yaremchutou' calor lisboeta e Benfica vence antes da receção ao PSV

Ucraniano assistiu para o primeiro da partida, e estreou-se a marcar minutos depois, numa tarde de muito calor em Lisboa. Segue-se o jogo com os holandeses, a contar para a primeira-mão do playoff da Liga dos Campeões.


O Benfica recebeu e venceu, este sábado, o Arouca, por 2-0, em jogo a contar para a segunda jornada do campeonato nacional, numa tarde marcada por um calor intenso no recinto dos encarnados.

Waldschmidt abriu a contagem na Luz, para depois Yaremchuk fixar o resultado final, após ter assistido para o primeiro da partida. Destaque ainda para a expulsão de Victor Braga logo no início.

Filme do jogo:

Jorge Jesus fez muitas alterações na equipa inicial, tal como tinha referido na ante-visão a este encontro no Estádio da Luz, que marcou o regresso dos adeptos às bancadas de um jogo da I Liga.

A principal mudança prendeu-se com o sistema táctico, com o treinador dos encarnados a apostar num esquema com dois defesas-centrais, quando até agora tinha apresentado três defensores neste eixo mais recuado. Mëité repetiu a titularidade na primeira jornada em Moreira de Cónegos, e Roman Yaremchuk foi lançado a titular pela primeira vez, depois de ter cumprido alguns minutos no último jogo com o Spartak Moscovo.

O encontro praticamente começou com a expulsão do lado do Arouca. Victor Braga, guarda-redes do Arouca, sai aos pés do Yaremchuk e fica com a bola. O arbitro auxiliar assinala fora de jogo, mas Manuel Mota não marcou. O brasileiro julga que foi assinalada posição irregular e recoloca a bola em jogo.

Victor Braga lançou o esférico em frente, mas Yaremchuk roubo-a e o guardião acaba por travar a jogada com a mão fora da área. Manuel Mota não teve dúvidas e mostrou cartão vermelho directo ao guarda-redes brasileiro. O lance acabou por ser ajuizado pelo vídeo-árbitro, que confirmou a decisão.

A jogar com menos um jogador, o Arouca ergueu um autêntico muro com seis jogadores em zona defensiva, e dificultou a vida aos encarnados na hora de finalizar, apesar de dominarem as operações. Os beirões foram procurando sempre surpreender através do contra-ataque, mas os arouquenses provaram do seu veneno, e viram o Benfica abrir o marcador através do contra golpe.

Waldschmidt abriu o marcado aos 38 minutos. O Arouca perdeu a bola em zona atacante, João Mário galgou metros e serviu Yaremchuk.  O avançado ucraniano ultrapassou Velázquez, entrou na área e serviu o alemão, que só teve de encostar.

Cinco minutos depois, o internacional ucraniano voltou a estar em evidência, desta feita ao estrear-se a marcar com a camisola do Benfica. Após um grande cruzamento do capitão Pizzi, Yaremchuk apareceu na área a atirar de primeira para o fundo das redes de Fernando Castro.

O Benfica entrou para o segundo tempo a gerir a vantagem, e prova disso foi a tripla substituição que Jorge Jesus fez em cima do minuto 60, com as saídas dos titulares Yaremchuk, Pizzi e João Mário. E por falar em entradas, a ovação da tarde estava reservada para o regresso de André Almeida à competição, após dez meses de paragem devido a uma grave lesão no joelho.

Pelo meio das substituições, tendo em vista a recepção da próxima semana ao PSV, o Benfica procurou o terceiro da partida, e esteve perto de o fazer aos 68 minutos. Rafa Silva acelerou e Fernando Castro fez bem a mancha ao remate do extremo. Na recarga, Luca Waldschmidt atirou por cima com a baliza escancarada.

O alemão voltaria mesmo a conseguir marcar aos 82 minutos, mas o lance acabaria por ser anulado. Leandro Silva tentou cortar um lance, mas acabou por servir o avançado que atirou para o fundo das redes. O VAR acabaria por anular o 'bis' do jovem germânico por fora de jogo de Rafa Silva.

Até final, Carlos Vinícius, também ele muito ovacionado pelos adeptos no Estádio da Luz, e Gonçalo Ramos estiveram perto de marcar, mas o resultado final quedou-se pelos dois golos marcados no primeiro tempo.

O Benfica soma, assim, a segunda vitória em outros tantos jogos realizados no campeonato nacional, assumindo a liderança provisória. Segue-se o jogo com o PSV, que antes da deslocação a Lisboa venceu com um golo de Bruma.

 

 

Post Top Ad

Blossom Themes