Últimas

31/08/2021

"Temos de estar ao nosso melhor nível para ganhar"

Selecionador nacional e Rui Patrício fizeram a antevisão ao jogo com a Irlanda

Ronaldo e Bruno Fernandes juntos no clube e na Seleção: O que me interessa é a motivação deles aqui deles na seleção. A mim interessa-me a concentração máxima que eles têm na seleção nacional, isso posso garantir que sim, estão altamente motivados para este triplo confronto.

Ronaldo: O Ronaldo faz parte da equipa, como sempre, capitão, super motivado, com um motivação extra de jogar na seleção, não tenho dúvidas nenhumas que todos estão aptos para defrontar a Irlanda. E tendo toda a atenção à gestão, principalmente no segundo jogo, porque há três jogos em sete dias, para termos a equipa sempre fresca e capaz de responder a todos os níveis.

Papel de Pote na seleção: Estar sempre à disposição da equipa nacional, e, sempre que for chamado a dar o seu contributo, fazer o melhor que sabe. Ele e todos os outros.

O que se pode fazer diferente do Europeu: Temos de estar ao nosso melhor nível para ganhar amanhã. Fizemos coisas positivas, com exceção de um jogo. O futebol é isso, faz-se muitas coisas positivas e depois não se ganha. Estes jogadores estão habituados a isso. No Europeu ninguém vai dizer que alcançamos os objetivos porque isso não aconteceu. Agora é procura colocar em campo tudo o que fizemos bem no Europeu e melhorar aquilo que é possível melhorar. 

Matheus Nunes: Não vou responder a isso. Tudo o que está relacionado com essas questões, de quem veio e não veio, trataram-se na quinta-feira passada. Hoje o meu foco exclusivo e total é o jogo de amanhã. Isso é que interessa aos jogadores e aos portugueses. Depois, na próxima convocatória, falaremos sobre isso. Há os momentos certos para isso e este não é o momento certo. O foco é o jogo de amanhã.

Ronaldo a um passo de recorde: Na nossa cabeça está o jogo com a Irlanda. Percebo a pergunta, mas o que isso traz para o jogo de amanhã? Nada. Temos é de ser fortes e vencer. Não podemos pensar no jogador A, B, C ou D. Mas seria se estivéssemos focados nesses aspectos.

Jogo: Amanhã teremos um jogo forte, com equipa maioritariamente formada por jogadores que jogam no campeonato inglês ou fora da Irlanda. Não é uma equipa com jogadores desconhecidos. São competentes. Os últimos jogos que realizaram foram muito fortes, foram uma equipa muito competente contra a Sérvia. Não jogam apenas em ação defensiva. Estas equipas britânicas são muito ativas. Têm procurado sair jogar em posse. Temos de controlar o jogo, ter posse e encontrar os caminhos certos. Se fizermos isso bem, e estivermos sempre concentrados, acredito que Portugal vai ganhar. Os meus jogadores têm qualidade para o fazer. Se formos a equipa que costumamos ser, penso que poderemos resolver o assunto. Já não existe a situação de adversários fáceis, não é fácil ganhar a ninguém. Temos qualidade para dar a volta para o nosso lado.

Trabalho nos últimos dias: É o normal dentro daquele que é possível em seleção. Ontem só treinaram parte deles, e hoje estiveram todos. Como estão? Estão altamente empenhados, satisfeitos e com muita vontade de representar a seleção. Nesse aspecto, nada se altera desde que aqui estou. O resto flui com toda a naturalidade.

Rui Patrício:

Dois adversários sem pontos na qualificação: Todos os jogos que jogamos é para ganhar, entramos com máximo foco nisso. Não há aqui jogos mais fáceis ou difíceis. Sabemos as dificuldades que vamos ter e o que temos de fazer para vencer.

Paciência no jogo de amanhã: Cada jogo é um jogo. Todos os jogos têm a sua história. Vamos ter de paciência porque é uma equipa que defende, mas também tem características relacionadas com as bolas paradas. Temos de estar preparados mentalmente para tudo o que possa acontecer no jogo. O mais importante é o que temos de fazer amanhã. É preciso estar a 100 por cento.

Dificuldades que pode causar a Irlanda: Vai ser um jogo difícil, a seleção deles é forte a nível de bolas paradas. Temos de dar o nosso melhor para ganhar. Sabemos que vamos ter dificuldades, mas temos de fazer o nosso jogo para vencer.

Regresso dos adeptos: É muito bom eles estarem de regresso. Sem dúvida que estávamos com saudades de jogar com os nossos adeptos. É bom tê-los de volta.

Europeu próximo da qualificação para o Mundial: Temos de nos adaptar e estar preparados para estes três jogos. Esta é a realidade. Temos de nos preparar o máximo possível e percebermos o que temos de fazer. O mais importante é a adaptação.

Cristiano Ronaldo em Inglaterra: Está bem e feliz por estar na seleção. Ele dá o seu máximo e ajuda a equipa a vencer. Está sempre disposto a fazer isso.

Chegada de novos jogadores: Foram todos bem recebidos como todos os outros novos. Vêm para ajudar a seleção como todos os que aqui estamos. Todos estamos aqui para dar o nosso máximo nestes três jogos. O Otávio e o Diogo estão a ser bem integrados e de certeza que vão dar tudo pela seleção.

Antevisão: A seleção portuguesa defronta esta quarta-feira a República da Irlanda, em jogo referente ao Grupo A da qualificação europeia para o Mundial2022.

O selecionador Fernando Santos já conta com todos os jogadores disponíveis, depois de Gonçalo Inácio ter sido dispensado por conta de uma lesão.


 

Post Top Ad

Blossom Themes