Últimas

24/08/2021

Sydney McLaughlin junta-se ao debate sobre a saúde mental: "Dói fazer tudo bem, mas mesmo assim nunca ser suficiente"

campeã olímpica e recordista mundial dos 400 metros barreiras, considerou “tóxico” o peso das expectativas e das redes sociais sobre os atletas, num vídeo divulgado hoje.


 

Sydney McLaughlin, de 22 anos, juntou a sua voz ao tema da saúde mental dos atletas colocado em destaque pela ginasta Simone Biles, durante os Jogos Olímpicos Tóquio2020, através de uma publicação na rede social Instagram.

“Dói e acho muito desrespeitoso fazer tudo bem, mas mesmo assim nunca ser suficiente. Tens sempre um problema”, explica, a chorar, a atleta que se sagrou também campeã olímpica da estafeta de 4x400 metros em Tóquio2020.

McLaughlin, que pede respeito pelos atletas, filmou o vídeo logo após as qualificações norte-americanas para os Jogos Olímpicos, em junho, quando quebrou o recorde mundial dos 400 metros barreiras pela primeira vez. Em Tóquio voltou a bater a marca (51,46 segundos).

“Não fomos feitos para suportar tanto peso, para atrair tanta atenção, não fomos feitos para sermos famosos”, acrescenta a atleta norte-americana, que é o rosto de uma marca de equipamentos e tem cerca de um milhão de seguidores no Instagram.

A compatriota Simone Biles, de 24 anos, tetracampeã olímpica de ginástica artística no Rio2016, alertou em Tóquio2020 para a pressão a que os atletas estão sujeitos, ao desistir em plena final por equipas, por questões de saúde mental.

 

Post Top Ad

Blossom Themes