Últimas

15/08/2021

Sporting volta a bater Sp. Braga sob a batuta de Jovane

Avançado marcou e deu a marcar, e os leões só sabem vencer na nova temporada.


Ao quinto jogo disputado entre Sporting de Braga e Sporting desde o arranque civil de 2021, a equipa orientada por Rúben Amorim somou a quinta vitória. Desta feita, por 2-1, em partida a contar para a segunda jornada da I Liga.

Jovana Cabral foi a principal figura da noite, ao marcar o golo que inaugurou o marcador e ao assistir Pedro Gonçalvez para o segundo. Do lado dos arsenalistas, o tento teve a assinatura de Abel Ruiz.

Jovane Cabral teve cabeça no meio de tanta luta

Sporting de Braga e Sporting sabiam que não iria ser fácil levar o adversário de vencida, e esse respeito traduziu-se numa primeira parte equilibrada, em ambas as equipas pautaram pelas cautelas na hora de partir para o ataque.

As oportunidades tardaram a surgir, ao contrário das cenas de ‘pancadaria’, que se foram tornando cada vez mais frequentes com o desenrolar do jogo, tendo Luís Godinho dado ‘rédea larga’ no que ao critério disciplinar diz respeito.

A primeira ocasião de golo digna desse nome teve lugar aos 32 minutos, quando Sebastián Coates cabeceou ao lado. A resposta surgiu pouco tempo depois, por intermédio de Lucas Piazón, que rematou, primeiro, à figura de Antonio Adán, e, depois, por cima da baliza.

Foi então que, já à beira do intervalo, Ricardo Esgaio - sempre assobiado pelos adeptos da antiga equipa - cruzou a bola para o coração da grande área, onde apareceu Jovane Cabral a desviar para o fundo da baliza, de cabeça.

O Sporting de Braga ainda esteve muito perto de marcar o golo que lhe permitiria recolher aos balneários em igualdade, mas Antonio Adán, com uma defesa atenta, desviou um fantástico remate de Fábio Martins que seria, certamente, candidato ao prémio Puskas.

Golo de Pote precaveu sustos

O Sporting entrou para a segunda parte empenhado em ‘matar’ o jogo o mais rapidamente possível, e, depois de ter dado o primeiro aviso, pela cabeça de Gonçalo Inácio, não facilitou na segunda investida à área contrária.

Jovane Cabral fletiu da ala esquerda para o centro e deixou a bola nos pés de Pedro Gonçalves, que teve tempo para receber, posicionar-se de frente para a baliza e rematar em jeito, sem hipóteses de defesa para Matheus.

Até final, houve tempo para Matheus Reis substituir Rúben Vinagre, ver o cartão amarelo e o respetivo vermelho. Tudo isto no espaço de apenas… 19 minutos. Os minhotos ficaram em vantagem numérica e reduziram, por Abel Ruiz, mas já era tarde para ambicionar mais.

Estava, assim, contada a história na Pedreira. Com este triunfo, o Sporting passa a somar seis pontos e mantém-se ‘colado’ ao Benfica (que, horas antes, derrotou o Arouca, por 2-0) na liderança partilhada da I Liga. Já o Sporting de Braga, permanece com três pontos.

Momento de jogo: Se o primeiro golo ainda podia permitir ao Sporting de Braga ‘sonhar’ com a reviravolta, ao segundo, o Sporting deixou o triunfo praticamente garantido. Pedro Gonçalves bateu Matheus e colocou os três pontos na bagagem.

 

 

Post Top Ad

Blossom Themes