Últimas

30/08/2021

Sérgio Conceição agradece 'prendas' e já só tem dois indiscutíveis

Diogo Costa e Pepe são os únicos totalistas do FC Porto ao cabo de quatro partidas oficiais.


Sérgio Conceição renovou pelo FC Porto sob a promessa de que a nova temporada lhe traria mais opções para todos os setores do terreno, de forma a poder garantir uma equipa competitiva em todas as provas, e os primeiros sinais dão a entender que, de facto, está satisfeito com o que tem à disposição.

Feitas as contas, o treinador dos dragões já utilizou um total de 21 jogadores desde o arranque da nova edição da I Liga, um número apenas superado por Benfica (23), Santa Clara, Boavista e Arouca (22).

No passado sábado, durante o triunfo sobre o Arouca, por categóricos 3-0, o treinador voltou a rodar e retirou Bruno Costa e Chancel Mbemba, que, até à altura, tinham disputado todos os minutos da competição, para dar lugar às estreias de Vitinha e Wendell.

Significa isto que os vice-campeões nacionais em título têm em Diogo Costa (que aproveitou a lesão de Agustín Marchesín para agarrar a titularidade) e Pepe (que, aos 38 anos, continua incansável) os únicos totalistas na temporada 2021/22.

O guarda-redes, que termina contrato já em junho de 2022, está a viver, aos 21 anos, a melhor fase da carreira. Não só se tornou indiscutível de dragão ao peito, como ainda foi chamado, pela primeira vez, por Fernando Santos à seleção principal.

Já o defesa-central, tem vínculo com o emblema azul e branco até 2023, o que significa que irá continuar a jogar, pelo menos, até aos 40 anos... e, assim, fortalecer ainda mais o recorde de jogador mais velho a representar o clube, que já lhe pertence.

Bruno Costa já convenceu, Fábio Cardoso ainda não

De todos os reforços que chegaram ao Dragão desde o início do mercado de transferências de verão, Bruno Costa foi o único que já convenceu em pleno, agarrando a titularidade a 'atirando' com Sérgio Oliveira para o banco de suplentes.

O ex-Paços de Ferreira soma, até ao momento, 330 minutos ao serviço do FC Porto, pelo que é o sétimo jogador mais utilizado de todo o plantel, atrás de Pepe, Diogo Costa, Chancel Mbemba, João Mário, Luis Díaz e Mehdi Taremi.

Wendell, que se estreou no triunfo sobre o Arouca, esteve apenas quatro minutos em campo, ao passo que Pepê foi lançado por Sérgio Conceição em três ocasiões distintas, sempre enquanto suplente utilizado, e soma 57 minutos pela nova equipa.

Significa isto que Fábio Cardoso é o único reforço que ainda não convenceu na plenitude o treinador do FC Porto. O ex-Santa Clara até foi aposta em seis dos nove jogos de pré-temporada, mas continua a aguardar por uma oportunidade nos jogos 'a doer'.

 

 

Post Top Ad

Blossom Themes