Últimas

02/08/2021

Marta Pen nas 'meias' olímpicas dos 1500 metros após protesto português

Atleta lusa recorreu do afastamento depois de ser 'bloqueada' por Rababe Arafi.

Marta Pen Freitas garantiu, na madrugada de domingo para segunda-feira, o apuramento para as meias-finais dos 1500 metros, graças a um recurso apresentado pelo Comité Olímpico de Portugal junto do Júri de Apelo, fruto de um incidente de corrida.

A atleta portuguesa, que foi décima classificada na eliminatória, seguia a bom ritmo quando a marroquina Rababe Arafi parou à sua frente, originando um choque entre ambas, que lhes custou caro.

A corredora do Benfica acabaria por ficar na 28.ª posição no conjunto das eliminatórias, a 1.11 segundos do apuramento para repescagem, e não escondeu a insatisfação, admitindo que esta foi uma situação "difícil de digerir".

"Infelizmente, por uma coisa externa a mim não fui capaz de conquistar aquilo que era capaz. Mas o desporto é assim. Custa um bocadinho, mas estou super orgulhosa", afirmou, em declarações prestadas à RTP. No entanto, a situação não ficou por aqui.

Pouco tempo depois, o Comité Olímpico de Portugal anunciaria que o protesto fora aceite pelo Júri de Apelo, pelo que Marta Pen Freitas continua mesmo em competição, e voltará a entrar em acção, na próxima quarta-feira, no Estádio Olímpico de Tóquio.

 

Post Top Ad

Blossom Themes