Últimas

28/08/2021

"Desde que o Famalicão subiu, o Sporting ainda não os venceu"

O Sporting defronta o Famalicão, ainda sem pontos, após três desaires nas primeiras três jornadas do campeonato, mas Rúben Amorim antecipou “um jogo complicado”.


 

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, disse hoje que espera a permanência dos seus futebolistas, a poucos dias de encerrar o ‘mercado’, na antevisão ao duelo com o Famalicão, da quarta ronda da I Liga.

“Eu não gosto de falar no ‘mercado’. Estou à espera que acabe. Queremos ficar com os jogadores todos. Há jogadores que têm características mais difíceis de colmatar. É esperar que o 'mercado' feche e que o Hugo Viana [diretor desportivo] desligue o telemóvel”, atirou o treinador, em conferência de imprensa de antevisão à partida.

O campeão português e atual líder da tabela classificativa, a par do rival Benfica, com nove pontos, defronta o Famalicão, ainda sem pontos, após três desaires nas primeiras três jornadas do campeonato, mas Rúben Amorim antecipou “um jogo complicado”.

“[O Famalicão] É um grupo com bons jogadores, muito bons talentos, que muda todos os anos porque faz parte do projeto. Tem um treinador muito bom, ofensivo e positivo, mas que precisa de tempo para apresentar a sua ideia aos jogadores. Têm zero pontos, mas jogam contra o Sporting, o que retira muita responsabilidade”, disse.

No entanto, Rúben Amorim frisou que os ‘leões’ estão preparados para vencer o adversário: “Preparámos bem a partida e o que queremos é vencer. Desde que o Famalicão subiu, o Sporting ainda não os venceu, nem esta equipa técnica. Também é importante, é preciso aproveitar todos os pequenos fatores para motivar a equipa”.

“Esta equipa vê tudo um bocadinho pelo lado positivo. É mais uma motivação para somar pontos, manter esta dinâmica que temos vindo a ter e, acima de tudo, melhorar a nossa performance. Temos crescido muito como equipa”, realçou o técnico ‘leonino’.

O Sporting defronta os alemães do Borussia Dortmund, os holandeses do Ajax e os turcos do Besiktas no grupo C da Liga dos Campeões, ditou o sorteio de quinta-feira.

“É um mundo novo para a maioria dos jogadores e para o treinador, que tem um registo péssimo na Europa. É com muito entusiasmo que vamos, jogo a jogo”, afirmou.

Já o defesa central Gonçalo Inácio, de 20 anos, foi chamado por Fernando Santos aos trabalhos da seleção portuguesa de futebol, juntando-se aos colegas de equipa Nuno Mendes, João Palhinha e Pedro Gonçalves, mas o Sporting não quer “ficar por aqui”.

“É uma conquista dos jogadores. Eles é que têm o talento e trabalham. O resto é repartido com todos os departamentos do clube. A forma como o Nuno Mendes cresceu fisicamente não tem a ver com o treinador, o Gonçalo Inácio tem muito a ver com o jogador e com o acompanhamento na formação. É a aposta neles, que crescem quando jogam e quando têm espaço na equipa. Ficamos muito felizes”, sublinhou.

O futebolista Gonzalo Plata, que se encontra “a tratar uma situação já antiga, do tempo da Copa América”, é o único indisponível para o embate com os famalicenses, da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol, no Estádio Municipal de Famalicão, às 20:30 de sábado, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, disse hoje que espera a permanência dos seus futebolistas, a poucos dias de encerrar o ‘mercado’, na antevisão ao duelo com o Famalicão, da quarta ronda da I Liga.

“Eu não gosto de falar no ‘mercado’. Estou à espera que acabe. Queremos ficar com os jogadores todos. Há jogadores que têm características mais difíceis de colmatar. É esperar que o 'mercado' feche e que o Hugo Viana [diretor desportivo] desligue o telemóvel”, atirou o treinador, em conferência de imprensa de antevisão à partida.

O campeão português e atual líder da tabela classificativa, a par do rival Benfica, com nove pontos, defronta o Famalicão, ainda sem pontos, após três desaires nas primeiras três jornadas do campeonato, mas Rúben Amorim antecipou “um jogo complicado”.

“[O Famalicão] É um grupo com bons jogadores, muito bons talentos, que muda todos os anos porque faz parte do projeto. Tem um treinador muito bom, ofensivo e positivo, mas que precisa de tempo para apresentar a sua ideia aos jogadores. Têm zero pontos, mas jogam contra o Sporting, o que retira muita responsabilidade”, disse.

No entanto, Rúben Amorim frisou que os ‘leões’ estão preparados para vencer o adversário: “Preparámos bem a partida e o que queremos é vencer. Desde que o Famalicão subiu, o Sporting ainda não os venceu, nem esta equipa técnica. Também é importante, é preciso aproveitar todos os pequenos fatores para motivar a equipa”.

“Esta equipa vê tudo um bocadinho pelo lado positivo. É mais uma motivação para somar pontos, manter esta dinâmica que temos vindo a ter e, acima de tudo, melhorar a nossa performance. Temos crescido muito como equipa”, realçou o técnico ‘leonino’.

O Sporting defronta os alemães do Borussia Dortmund, os holandeses do Ajax e os turcos do Besiktas no grupo C da Liga dos Campeões, ditou o sorteio de quinta-feira.

“É um mundo novo para a maioria dos jogadores e para o treinador, que tem um registo péssimo na Europa. É com muito entusiasmo que vamos, jogo a jogo”, afirmou.

Já o defesa central Gonçalo Inácio, de 20 anos, foi chamado por Fernando Santos aos trabalhos da seleção portuguesa de futebol, juntando-se aos colegas de equipa Nuno Mendes, João Palhinha e Pedro Gonçalves, mas o Sporting não quer “ficar por aqui”.

“É uma conquista dos jogadores. Eles é que têm o talento e trabalham. O resto é repartido com todos os departamentos do clube. A forma como o Nuno Mendes cresceu fisicamente não tem a ver com o treinador, o Gonçalo Inácio tem muito a ver com o jogador e com o acompanhamento na formação. É a aposta neles, que crescem quando jogam e quando têm espaço na equipa. Ficamos muito felizes”, sublinhou.

O futebolista Gonzalo Plata, que se encontra “a tratar uma situação já antiga, do tempo da Copa América”, é o único indisponível para o embate com os famalicenses, da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol, no Estádio Municipal de Famalicão, às 20:30 de sábado, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Post Top Ad

Blossom Themes