Últimas

15/07/2021

Pinto da Costa: «Na minha geração há muitos adeptos do Benfica por causa do Eusébio»

Presidente diz ainda que a "carreira fantástica" de Mourinho "começou a sério" no FC Porto

O ano de 2004, o da conquista da Liga dos Campeões, em Gelsenkirchen, na final com o Mónaco, foi passada em revista por Pinto da Costa, em novo episódio da série informativa 'Ironias do Destino', no Porto Canal.
O presidente não tem dúvidas de que essa vitória serviu, entre outras coisas, para o FC Porto ganhar mais adeptos em todo o mundo. E até usou o Benfica para justificar essa teoria. "Os jovens são por quem ganha, na minha geração há muita gente do Benfica por causa do Eusébio. Se o Eusébio tivesse ido para o Belenenses, hoje teria imensos adeptos, porque era ele que atraía. Deco foi importante, Vítor Baía foi importante, todo o miúdo que queria ser guarda-redes tinha o Vítor Baía como ídolo e exemplo. As crianças ganham os ídolos e ficam amarradas a esse clube", afirmou o presidente portista.

 Por falar em Deco, Pinto da Costa também contou como travou a saída do luso-brasileiro depois da conquista da Taça UEFA, em 2003. "Todos compreenderam que podíamos conseguir algo que, para muitos, era impensável, mas em que nós acreditávamos, era uma força conjunta. Quando falei com o Deco, que tinha vários clubes interessados e queria sair, disse-lhe 'tu para o ano, como campeão europeu, vais ter grandes clubes'. Ele viu a minha convicção e disse 'o presidente está-me a convencer, então vou ficar'. Foi uma pedra fundamental e o que é certo é que foi para o Barcelona e o outro clube que estava na luta era o Bayern Munique, coisa que não teria acontecido se tivessem saído um ano antes. Ele soube esperar e teve uma carreira fantástica".

Sobre José Mourinho, que conduziu o FC Porto nas duas conquistas europeias, a Taça UEFA e a Liga dos Campeões, em anos consecutivos, o líder dos dragões concluiu: "Falávamos muito. Ele sabia o que eu pensava, ambos queríamos ganhar. O entendimento entre os dois foi sempre facílimo. Foi o arranque internacional de uma carreira fantástica dele, desde Chelsea, Inter, onde também foi campeão europeu, Manchester... teve uma carreira fantástica mas foi no FC Porto que ele a começou a sério."




 

Post Top Ad

Blossom Themes