Últimas

30/07/2021

"Dedico esta medalha a quem disse que eu não tinha capacidade"

Muito feliz pela conquista do bronze, Jorge Fonseca não esconde a desilusão de não ter tido possibilidade de lutar pela medalha de ouro.

 Jorge Fonseca conquistou a medalha de bronze no judo, na categoria -100kg, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Esta é, de resto, a primeira medalha conquistada por Portugal na competição que decorre no Japão.

"Saboroso, mas queria mais. Trabalhei bastante para o ouro. Não calhou como queria, mas é trabalhar para o próximo já", começou por dizer Jorge Fonseca.

"Queria tanto ganhar esta medalha, estava muito aflito, estava desesperado, mas tudo correu bem graças a Deus. Agora são mais três anos para conquistar o ouro em Paris. Em Paris estarei no pódio com o ouro", acrescentou, revelando que no combate da meia-final, teve cãibras devido aos nervos.

Jorge Fonseca, em declarações à RTP, frisou uma vez mais que vai lutar pelo ouro nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, e na hora dos agradecimentos não esqueceu... quem lhe virou as costas no passado.

"Sou bicampeão do mundo, o meu lugar é no ouro. Quero ser o melhor de todos os tempos no desporto nacional. Quero agradecer aos portugueses que me apoiaram, que enviaram mensagens, a quem esteve acordado. Dedico à minha mãe. Estou feliz, apesar de não me deixarem entrar para a polícia, luto pela medalha olímpica. É também dedicada à Adidas e à Puma, porque me disseram que não tinha capacidade para ser um atleta deles. Dedico aos representantes deles. Sou bicampeão do mundo, que estatuto preciso para ser patrocinado por eles?", concluiu o judoca luso de 28 anos.


 

Post Top Ad

Blossom Themes