Últimas

13/06/2021

Sporting CP vence FC Porto por 4-6 e passa para a frente da final do play-off


O Sporting CP venceu, esta tarde, no Dragão Arena, o FC Porto por 4-6, no terceiro jogo do play-off de apuramento de campeão nacional, adiantando-se na final (1-2).

O Sporting CP inaugurou o marcador aos seis minutos, na sequência da marcação de um livre direto, por Gonzalo Romero, depois de ter sido mostrado o cartão azul a Reinaldo Garcia. Dois minutos depois, é assinalado penalti contra o Sporting CP, por falta na área assinalada a Romero. Gonçalo Alves não desperdiçou e empatou a partida para a equipa da casa. Quase de imediato, o Sporting CP respondeu por intermédio de João Souto, que desvia um remate de Ferrant Font, e marca o 1-2 para os leões, resultado que se manteve até ao intervalo.

Um minuto passado do segundo tempo, é novamente Gonçalo Alves que marca para o FC Porto, restabelecendo a igualdade no jogo. Alessandro Verona volta a colocar o conjunto leonino na frente, ao marcar o 2-3, aos 11 minutos para, segundos depois, o FC Porto responder por Rafa, na marcação do 3-3 para os azuis e brancos. O 3-4 chega novamente por Verona e Ferrant Font estabelece a vantagem de dois golos, com o 3-5 marcado aos 10 minutos da 2ª parte.

Rafa ainda reduziu para 4-5, mas Romero, no último minuto da partida, fechou a contagem nos 4-6 para os leões.

Na análise ao jogo, o técnico leonino, Paulo Freitas considerou que a equipa «defensivamente esteve muito bem. «Encarámos o jogo, fomos muito solidários, os jogadores ajudaram-se muito, ganhámos. Nós percebíamos que, para atingir o objetivo final que temos, tínhamos que ganhar um jogo no Dragão, mas nada está decidido. Ganhámos apenas um jogo, estamos na frente do play-off», explicou.

Do lado dos dragões, Guillem Cabestany considera que «pouco ou nada temos de corrigir do que fizemos». No seu entender, a equipa criou «inúmeras situações, inclusive, até ao último momento, para empatar o jogo e as bolas bateram na trave, nos postes e não entraram», sendo que o Sporting CP «com o seu estilo, com bolas desviadas, com sorte, ou trabalhando estas situações de jogo, conseguiu estar na frente num jogo onde acho que entrámos muito bem».

Para o treinador, «a equipa esteve sólida durante grande parte do jogo, a responder muito bem. É o estilo do Sporting CP, ganhar assim, e temos de respeitar este estilo e responder com ainda mais inteligência, que é o vamos fazer no próximo domingo, para levar a final ao quinto jogo».

 

Post Top Ad

Blossom Themes