Últimas

26/04/2021

Queda de Jorge Martín no GP de Portugal atingiu os 26G


Dados relativos à queda do piloto espanhol mostram dureza do acidente.

Uma queda na terceira sessão de treinos livres do Grande Prémio de Portugal deixou Jorge Martín de fora para o que faltava do fim de semana. O piloto espanhol sofreu um aparatoso acidente na curva 7 do circuito do Autódromo Internacional do Algarve e foi de imediato encaminhado para o hospital.

Jorge Martín foi pouco depois submetido a duas intervenções cirúrgicas, uma no metacarpo da mão direita e outra no maléolo medial do pé direito.

A violência do impacto e os dados do acidente mostram que a queda do piloto da Pramac Ducati foi um dos piores dos últimos anos.

Foram 5,2 segundos a rebolar no asfalto como se de um boneco se tratasse, mas o pior foram as forças G que o corpo de Jorge Martín teve de suportar. Como se pode ver no quatro abaixo existiram sete picos de diferentes magnitudes que variaram entre os 20 e os 26G, o que explica as fraturas do espanhol.

 

 

Post Top Ad

Blossom Themes