Últimas

17/04/2021

Miguel Oliveira com "hematomas na perna e nos braços" após queda


Miguel Oliveira irá partir da quarta linha da grelha de partida para o Grande Prémio de Portugal em MotoGP, após não ter conseguido melhor do que o décimo melhor tempo na segunda fase de qualificação, que decorreu ao início da tarde deste sábado.

Em declarações prestadas à Sport TV no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, o piloto português mostrou-se desiludido com o resultado, numa sessão que ficou marcada por uma aparatosa queda a cerca de 190 km/h.

"Não estou a 100%. Tenho alguns hematomas na perna e nos dois braços, mas nada de preocupante. Caí na curva 9, perdi a dianteira da moto. Fazer um 'time attack' com este pneu médio não era boa idela, mas o duro não funciona bem para nós", começou por dizer.

"Não sendo opção, temos de ir com o médio. Não era o que queríamos, terminar a qualificação assim, penso que podia ter subido mais algumas posições", acrescentou o Falcão, que recusou, no entanto, abdicar da ideia de repetir a vitória de 2020.

"Tudo é possível, mas a ideia é arrancar bem. O meu principal objetivo é estorvar o Fabio [Quartararo, que irá partir da 'pole position'] o máximo que conseguirmos, ele tem um ritmo superior ao nosso", completou o piloto português.

 

Post Top Ad

Blossom Themes