Últimas

14/04/2021

GP de Portugal: o feito de Miguel Oliveira, o domínio de Rossi e a vitória mais renhida


 

MotoGP regressa a Portugal este fim de semana e os olhos estão novamente postos do piloto luso, que venceu a prova em 2020.

Miguel Oliveira foi o único português a vencer o Grande Prémio de Portugal de MotoGP, conquistado por cinco vezes pelo italiano Valentino Rossi, que perdeu a corrida pela diferença mais curta de sempre.

A edição de 2020 do Grande Prémio de Portugal, a primeira no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, colocou Miguel Oliveira entre os vencedores da prova lusa, e logo com o domínio absoluto, com pole position, vitória e volta mais rápida.

O piloto natural de Almada venceu na sua terceira participação na corrida lusa do Mundial de motociclismo, depois do sétimo lugar em 2011, em 125cc, e do abandono no ano seguinte, já em Moto3.

Mas, nas 15 edições do Grande Prémio de Portugal já disputadas, em três circuitos diferentes (Jarama, em Espanha, Estoril e Algarve) destacam-se ainda as cinco vitórias do italiano Valentino Rossi (2001, 2002, 2003, 2004 e 2007), o mais bem sucedido na corrida lusa, e a diferença mais curta de sempre entre primeiro e segundo, em 2006, no triunfo do espanhol Toni Elias (Ducati) sobre Rossi, por apenas dois milésimos de segundo.

Uma curta diferença que valeu ao "Doutor" Valentino a perda do campeonato seguinte, em Valência, para o malogrado norte-americano Nicky Hayden (Honda), pelos mesmos cinco pontos que deixou no Estoril.

Mas a história do Grande Prémio de Portugal começa em 1987, quando se disputou a primeira edição, em Espanha, no circuito de Jarama, em Madrid. A categoria "rainha' chegaria a solo nacional apenas no ano 2000.

O sul-africano Garry McCoy (Yamaha), conhecido como o rei das derrapagens, foi o primeiro a celebrar um triunfo numa pista portuguesa, no Estoril.

O Autódromo Fernanda Pires da Silva acolheu a prova, ininterruptamente, até 2012, ano da vitória do australiano Casey Stoner (Honda).

Mas o evento português assistiu, também, a outros momentos marcantes como, em 2008, a primeira vitória em MotoGP do espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha), que viria a sagrar-se campeão do mundo três vezes (2009, 2012 e 2015).

O Estoril foi também o palco da estreia do espanhol Marc Márquez (Honda), seis vezes campeão do mundo, que tem estado de fora devido a uma lesão no úmero do braço direito desde a primeira prova de 2020 e que regressa à competição nesta edição no AIA, em Portimão.

A prova deste fim de semana será a 16.ª com a designação de Grande Prémio de Portugal, a segunda consecutiva no circuito algarvio, que tem um pré-acordo com a Dorna, a empresa promotora do campeonato, para ingressar no campeonato de forma definitiva a partir de 2022.

 

Post Top Ad

Blossom Themes