Últimas

18/04/2021

FC Porto vence graças a 'oferta madeirense' e reaproxima-se do Sporting


 

Golo de Mehdi Taremi deu a sexta vitória seguida aos azuis e brancos.

O FC Porto sofreu para vencer este domingo o Nacional, na Madeira, por 1-0, em partida a contar para a 27.ª jornada da I Liga.


O único golo da partida foi marcado por Mehdi Taremi, um resultado que permite aos azuis e brancos continuar na perseguição ao líder Sporting.

A primeira parte deste encontro na Choupana, o terceiro entre as duas equipas nesta temporada, foi jogado a um ritmo não muito elevado. O FC Porto não entrou bem na partida, e isso ficou provado pelo facto de ter sido o Nacional a criar a primeira ocasião de perigo.

Os nacionalistas, últimos classificados à entrada para este encontro, começaram a partida com uma abordagem ativa e pressionante, e tiveram oportunidade de abrir o marcador logo aos seis minutos.

Zaidu fez falta sobre Camacho dentro da área, e João Pinheiro apontou de pronto para a marca da grande penalidade, decisão validada pelo vídeoárbitro Artur Soares Dias. Éber Bessa foi chamado a converter o castigo máximo, mas o médio dos insulares permitiu a defesa a Marchesín.

O FC Porto, que teve algumas dificuldades em impor o seu jogo, acabaria por pressionar a equipa da casa e conseguir abrir o marcador na Choupana aos 20 minutos. António Filipe cometeu um erro grave e deixou a bola em Taremi que marcou pelo segundo jogo seguido.

O internacional iraniano podia ter bisado no encontro em cima do apito para o intervalo. Servido pelo sérvio Grujic, o avançado atirou de primeira na direção da baliza, com a bola a passar a centímetros do poste.

O Nacional entrou mais pressionante no segundo tempo à procura de um golo que terminasse com a série de oito derrotas consecutivas, ao passo que o FC Porto apareceu cansado e um pouco sem energia para a etapa complementar.

A equipa da casa ainda tentou a sua sorte com remates de Gorré, lançado no encontro para o lugar do lesionado Marco Matias, e de Éber Bessa, mas sem sucesso para terminar com está má fase. Por seu turno, os dragões foram segurando a magra vantagem, sem criar quaisquer oportunidades de perigo no segundo tempo. O único lance digno de registo coube a Toni Martínez que colocou a bola no fundo das redes adversárias na última jogada do encontro, mas o remate certeiro do espanhol foi anulado por posição irregular.

Com este resultado, o FC Porto alcança os 63 pontos e reduz para seis a desvantagem para o líder Sporting, e aumenta também para seis pontos a distância para o Benfica. O Nacional somou a nona derrota seguida, e mantém o último lugar da tabela classificativa com 21 pontos.

 

Post Top Ad

Blossom Themes