Últimas

07/03/2021

Hóquei em Patins: Vitória em Riba d'Ave mantém FC Porto na liderança

Os “dragões” visitaram, este domingo, a equipa de Famalicão, numa partida da 22ª jornada do campeonato. 2-7 foi o resultado final.

Fotografia: Afonso Ferraz / MPx Sports
 
O FC Porto está novamente na liderança do Campeonato Nacional de hóquei em patins depois de vencer em casa do Riba D'Ave, por 7-2, em jogo da 22.ª jornada da prova. Os Dragões passam a somar os mesmos 51 pontos que o Óquei de Barcelos, mas os minhotos têm mais uma partida disputada.

O FC Porto entrou a todo o gás em pista e Carlo Di Benedetto não tardou em bisar (4m e 6m). O francês, em duas saídas rápidas, finalizou com classe no frente a frente com Miguel Rocha, guarda-redes do Riba D'Ave, e obrigou o treinador adversário a pedir um desconto de tempo numa fase ainda inicial da partida. Apesar de os portistas estarem sempre com o controlo do jogo, o conjunto da casa deu trabalho a Xavi Malián (9m), através de Facundo Bridge, ao que os azuis e brancos responderam com mais dois remates certeiros. Rafa (18m), assistido por Reinaldo García, e Giulio Cocco (19m) selaram o resultado (4-0) ao intervalo.

Na etapa complementar, o Riba D'Ave entrou melhor e, após um par de lances de perigo, chegou ao golo (29m), por Hugo Barata, depois de uma atrapalhação defensiva dos portistas. Nos primeiros minutos após o regresso dos balneários, Xavi Malián foi o homem em destaque, ao defender o livre direto de Facundo Bridge (31m), consequência da décima falta dos homens de Guillem Cabestany. Confortável com a vantagem obtida no primeiro tempo, o FC Porto voltou a embalar nos dez minutos finais e Gonçalo Alves, na marcação de um livre direto após a décima falta do Riba D'Ave, aumentou a vantagem azul e branca (40m), que seria ainda dilatada por Mena (41m), depois de uma bola perdida na área adversária, e por Xavier Barroso (43m) à bomba. A formação de Famalicão ainda reduziu, por Gustavo Pato (46m), que, em nova tentativa no minuto seguinte, após a 15.ª falta portista, não conseguiu ultrapassar Xavier Malián.

“Foi uma exibição muito completa, tirando uns minutos na segunda parte nos quais poderíamos ter complicado o jogo. Naquele momento, o Xavier Malián segurou-nos, mas conseguimos recuperar a intensidade necessária para não dar hipóteses ao adversário. Foi uma vitória tranquila numa pista em que ninguém tinha ganho fácil e isso é mérito dos jogadores”, afirmou o treinador Guillem Cabestany após o encontro.

Post Top Ad

Blossom Themes