Últimas

21/03/2021

Filipe Albuquerque terminou 12 Horas de Sebring em quarto lugar

 


O português Filipe Albuquerque (Accura) terminou hoje na quarta posição as 12 Horas de Sebring, prova do campeonato americano de resistência automóvel, enquanto João Barbosa (Ligier) foi quinto na classe LMP3, numa corrida muito acidentada.

Apesar de sair da segunda posição da grelha de partida e de ter liderado a prova, duas penalizações sofridas durante a corrida e problemas com o arrefecimento do Accura, da Wayne Taylor Racing, prejudicaram o desempenho de Filipe Albuquerque, que liderava o campeonato à partida desta segunda prova do campeonato.

"Estávamos, desde o início, com um bom andamento, mas depois levámos uma penalização por infração nas boxes. Caímos posições, mas voltámos a recuperar. Depois estávamos em segundo e acabei por dar um toque num dos GT. Levámos mais uma penalização. Mas voltámos a recuperar até à liderança. Mas o carro começou com problemas de arrefecimento do motor e ficámos drasticamente mais lentos e fomos perdendo terreno. Limitámo-nos a levar o carro até ao fim e a assegurar o maior número de pontos possível. No meio disto tudo, o quarto lugar foi um ótimo resultado", explicou Filipe Albuquerque, que fez equipa com os norte-americanos Ricky Taylor e Alexander Rossi.

A equipa do piloto luso terminou a 5,318 segundos dos vencedores, os franceses Tristan Vautier, Sébastien Bourdais e Loic Duval numCadillac da Mustang Sampling.

Inicialmente, ficou classificada na quinta posição, mas a desclassificação da equipa da Cadillac que tinha terminado na terceira posição permitiu a Albuquerque subir ao quarto lugar.

Já o outro português em prova, João Barbosa (Ligier), terminou na 19.ª posição da geral, quinto da classe LMP3.

 A próxima prova do IMSA será a 13 e 14 de maio, em Mid-Ohio.

Post Top Ad

Blossom Themes